Benefícios de um Programa de Compliance –
como o Programa agrega Valor Financeiro e Reputacional às Empresas!

Por  Diego Martinez

Hoje em dia, cada vez mais, as empresas estão sendo avaliadas por um somatório de fatores, não apenas em relação a sua performance financeira, mas também e com o mesmo ou maior grau de importância, em relação a sua postura e reputação dentro do mercado onde atua e está inserido, contribuindo decisivamente para sua perenidade no mercado.

O sucesso das organizações é extremamente dependente da admiração e confiança pública, refletindo diretamente no valor de suas marcas, reputação, capacidade de atração e fidelização de seus clientes, parceiros, investidores, funcionários e colaboradores, ou seja, com todas as pessoas físicas e jurídicas com quem se relaciona direta ou indiretamente.

E é exatamente com objetivo de garantir a consolidação e conscientização de uma cultura ética, íntegra, transparente e normatizada no DNA da empresa, com um trabalho focado em prevenção e redução de riscos, fraudes, conflitos de interesse e desvios de conduta, que entra a importância da implementação de um Programa de Compliance.

A implementação de um Programa de Compliance efetivo traz inúmeros benefícios em diversas áreas da instituição, os quais, a título exemplificativo, serão abordados neste artigo:

(i) Fortalecimento Institucional:

A existência de um Programa de Compliance efetivo protege a reputação da empresa, agrega valor à marca, atrai a confiança dos investidores, reduz a incerteza em transações comerciais e protege os ativos da empresa;

(ii) Ótima reputação da Instituição e de seus funcionários:

Com a maior consciência dos colaboradores em virtude da implementação do Programa de Compliance, haverá a captação e retenção de ótimos profissionais com fortes princípios morais, gerando uma competição saudável dentro da empresa, aumentando a produtividade e impactando direto na reputação e lucro da empresa, fomentando um ambiente ético na execução de negócios;

(iii) Aumento do valor de mercado:

Compliance não é custo é investimento, pois resulta em uma melhoria contínua e significativa dos processos e controles internos, produtividade de seus colaboradores, redução de riscos, custos e penalidades. Um estudo apontou que cada dólar americano investido em um programa de Compliance, tem um retorno equivalente a cinco dólares, ou seja, tem um grande e direto impacto no lucro da empresa;

(iv) Oportunidade de negócios e vantagem competitiva:

Empresas éticas e íntegras que possuem Programa de Compliance buscam se relacionar e celebrar contratos apenas com instituições que se identificam com seus princípios, valores e que mantenham programa de Compliance efetivos, tendo mais oportunidades e vantagem competitiva para fazer negócios, reduzindo os seus custos;

(v) Identificação, prevenção e mitigação de riscos:

Com o mapeamento dos riscos em cada uma das suas áreas, é possível desenvolver e implementar planos de mitigação, os quais devem ser monitorados periodicamente visando melhoria contínua da atividade empresarial, prevenindo eventual responsabilização da empresa e especialmente de seus executivos da alta administração e funcionários, uma vez que reduz os erros de administração;

(vi) Redução de custos e penalidades:

A existência de um programa de Compliance efetivo evita problemas jurídicos e processos judiciais, reduzindo os custos e sanções em até 2/3, até mesmo suspensão ou encerramento das atividades;

(vii) Atração e Captação de investimentos:

Investidores buscam empresas sólidas, íntegras, éticas, com baixos riscos de se envolverem em escândalos e fraudes, e que estejam rigorosamente em conformidade com a Lei;

(viii) Limitação de responsabilidade:

Manter um programa de Compliance efetivo pode significar a limitação de responsabilidade da instituição em relação a parceiros, terceiros, colaboradores ou mesmo por atos praticados dentro da empresa;

(ix) Sustentabilidade do negócio:

O bom funcionamento do programa de Compliance favorece a qualidade das decisões e também reduz o custo operacional, sendo um requisito para a boa governança e perenidade da instituição;

(x) Comprometimento social:

A empresa que faz a escolha para seguir o caminho da integridade, transparência e ética no seu dia a dia, gera um comprometimento social de dentro para fora da instituição, permeando um papel importante na reestruturação cultural, não só profissional, mas também pessoal, o que irá refletir nas atitudes de todos e, principalmente, em benefício da sociedade em geral.

Nota-se, portanto, que todos os benefícios acima exemplificados, dentre outros existentes e não mencionados, decorrentes da implementação de um Programa de Compliance efetivo, geram impactos positivos e agregam grande valor reputacional e financeiro à Instituição, gerando enorme reconhecimento, credibilidade e fortalecimento institucional.

 

Diego Martinez  é Advogado do Escritório GVM | Guimarães & Vieira de Mello Advogados em São Paulo, bacharel em Direito pela FMU,  Pós Graduado em Direito Penal e Processual Penal pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, Pós Graduado em Direito Imobiliário pela FGV/SP, Especialista em Compliance pela FGV/SP e Coordenador da área no GVM bem como Coordenador do Diretito Contencioso Cível Estratégico nas áreas: cível, imobiliária, empresarial, indenizatórias em geral e locaçãoE-mail: dmartinez@gvmadvogados.com.br